Dia 1 de junho…

Este ano comemorámos o Dia 1 de junho de uma forma muito especial! Alguns dos alunos da sala do Stif, juntamente com outros colegas do Agrupamento participámos numa Prova de natação, nas piscinas de Porto de Mós.

Foi muito divertido e para o ano queremos repetir!

 

https://photos.google.com/share/

Anúncios

VISITA DE ESTUDO AO LEIRIA SHOPPING

No dia 27 de Abril, pelas nove horas e trinta minutos, o grupo de alunos de Educação Especial com os seus professores de apoio especializado saíram do agrupamento a caminho de Leiria Shopping.

   O objetivo da visita de estudo não era propriamente a ida às compras, mas sim os bastidores de compras. Passamos a explicar: para que as pessoas entrem na loja Continente, pegar nos produtos necessários, colocar no carrinho, dirigir-se à caixa, pagar e levar as compras no saquinho, há um mundo para além disso … aliás por trás disso! Há acima de tudo 249 trabalhadores muito bem organizados, que cumprem as suas tarefas e o horário exemplarmente para que tudo esteja organizado, limpo e seguro na loja a pensar no consumidor! Há quem trabalhe à noite, outros funcionários entram às 5 horas da manhã e os restantes às 9 horas da manhã.

       O grupo foi subdividido e acompanhado por uma técnica de segurança alimentar, um técnico de segurança e a chefe da loja. Os grupos percorreram todas as secções, desde a área dos frescos, alimentar, passando pela charcutaria, peixaria, talho, higiene, limpeza do lar, bebidas, pequenos electrodomésticos… Estiveram atentos à ilha das promoções, à etiquetagem, ao código de barras, à reposição, à produção dos cartazes promocionais. Ainda nos bastidores viram como o armazém estava organizado, como realizam os balanços mensais e anuais, visitaram as arcas e a zona do frio, padaria e pastelaria, conversaram com o responsável dos transportes e do empilhador e o responsável pelo funcionamento das máquinas, o senhor Joaquim. Ficaram a saber que 90 % dos funcionários já o são há 25 anos, desde que a loja Continente Leiria abriu, e que todos têm direito a medicina de trabalho. No local de trabalho usufruem da sala de jogos, do ginásio e do refeitório. Os alunos tomaram ainda conhecimento que nesta loja podem ter formação especializada e trabalhar como: web designer, coordenador de vendas, chefe de vendas, responsável de loja, responsável técnico, operador de caixa, operador de cafetaria, técnico operacional de qualidade, coordenador de área, gestor de stocks, gestor de loja, assistente do cliente, chefe de equipa, operador de reposição, entre outros.

       Um mundo de oportunidade para o nosso futuro!

       Por fim, almoçamos no McDonald’s e fomos ao cinema ver Os Smurfs – à procura da Aldeia Perdida!

Artigo redigido segundo o Novo Acordo Ortográfico por Filipe Sousa e Ivo Marques

O Stif fez 7 anos! (Unidade de Ensino Estruturado, sala da EB Guilherme Stephens)

No dia 25 de março, o Stif fez 7 anos! Para comemorar esse dia e também o Dia Mundial da Consciencialização do Autismo, mais uma vez, abrimos o “Restaurante do Stif”.  Nessa manhã, alguns colegas e professores juntaram-se a nós e tivemos a sala cheia. Houve sumo de laranja feito por alguns alunos e doces que as professoras e uma mãe trouxeram.

Foi uma manhã diferente, de muito convívio!

                                                                                            Autores: Os alunos do Stif

DIA MUNDIAL DA CONSCIENCIALIZAÇÃO DO AUTISMO

No dia 2 de abril comemora-se o Dia Mundial da Consciencialização do Autismo.

A inclusão de crianças e jovens com Perturbações do Espectro do Autismo em meio escolar requer, na maioria das vezes, a prestação de apoios diferenciados e adequados a essa forma específica de pensar e de aprender. As Unidades de Ensino Estruturado constituem um valioso recurso pedagógico, visto que, com base no ensino estruturado, procuram tornar o ambiente em que o aluno se insere mais previsível e acessível, ajudando-o a encontrar maior disponibilidade para a comunicação, interação e aprendizagens. Esta resposta educativa específica visa melhorar a qualidade de vida das crianças/jovens com Perturbações do Espectro do Autismo, aumentando o seu nível de autonomia e de participação na escola, junto dos seus pares, fomentando a sua inclusão na sociedade. No nosso Agrupamento, temos uma Unidade de Ensino Estruturado a funcionar em duas salas, uma na EB Casal de Malta e outra na EB Guilherme Stephens.

Para mais informações sobre as Perturbações do Espectro do Autismo, podem consultar o site da Associação Portuguesa para as Perturbações do desenvolvimento do Autismo de Leiria: http://www.appdaleiria.pt

 

 

 

Dia Internacional da Síndrome de Asperger

No dia 18 de fevereiro celebra-se o Dia Internacional da Síndrome de Asperger (SA). Esta data foi escolhida devido ao facto de Hans Asperger, o pediatra austríaco que deu nome à síndrome, ter nascido neste dia. 18-fever

Em 1944, Hans Asperger publicou um artigo sobre as características de um grupo de crianças, que apresentavam algumas diferenças em relação às características típicas do autismo. A partir de 1990 prevaleceu a ideia de que se tratava de uma perturbação dentro do Espectro do Autismo.

Para saberem mais sobre esta síndrome, podem consultar: http://sindromedasperger.blogspot.pt/

Im2 Intervir mais, Intervir melhor

O Projeto Im2 – Intervir Mais, Intervir Melhor é uma iniciativa da Associação Nacional de Intervenção Precoce (ANIP) que tem como objetivo promover práticas de qualidade em Intervenção Precoce na Infância (IPI) no âmbito do Sistema Nacional de Intervenção Precoce (SNIPI). O Projeto Im2 é apoiado pela Fundação Calouste Gulbenkian.

Como resultado deste Projeto a ANIP lançou em 2016 o Guia para Profissionais, Práticas Recomendadas em Intervenção Precoce na Infância.

 

crono1.png

 

18 de janeiro de 1934

A Marinha Grande é uma cidade, que foi primeiro de lenhadores, depois de vidreiros.
Em 1747, o Irlandês John Beare, construiu a primeira fábrica, a Real Fábrica de Vidros.
Em 1769, Guilherme Stephens adquiriu a fábrica e começou o desenvolvimento do vidro na Marinha Grande.mas-condicoes-trabalho
Em 1920, já  havia dez fábricas de vidro!
Os trabalhadores tinham muito más condições de trabalho e ganhavam pouco dinheiro. Os trabalhadores de todo o país também queriam melhores condições de trabalho.

A revolta do 18 de janeiro de 1934 surgiu em todo o país. Foi um movimento nacional. Registaram-se greves gerais em todo o país, incluindo a Marinha Grande.
Na véspera do dia 18 de janeiro de 1934, houve uma grande manifestação dos trabalhadores das fábricas de vidro da Marinha Grande, que se reuniram munidos de ferramentas para corte de árvores e vias de comunicação. Cortaram as estradas de acesso à Marinha Grande e a via-férrea. Ocuparam a Estação dos Correios e Telégrafos e o Posto da GNR. Na manhã do dia 18 de janeiro, já havia muitos manifestantes nas ruas, mas o governo mandou para a Marinha Grande as forças policiais de Leiria. Os vidreiros ainda resistiram, mas por pouco tempo. O Estado Novo mandou encerrar as fábricas e iniciaram as buscas e detenções dos trabalhadores que participara18-janeirom no movimento. Prenderam mais de 130 pessoas! Alguns trabalhadores foram presos entre 3 e 14 anos e tiveram de pagar multas.
Foi a partir desta altura que se iniciou a luta contra o Estado Novo, contra a ditadura e a censura.
Os trabalhadores de Portugal queriam Liberdade!

Agora, a marinha Grande já não tem tantas fábricas de vidro. Entre 1992 e 2006 encerraram 14 fábricas. Foram cerca de 2160 postos demonumento-da-luta_vidreiro trabalho que se perderam. Muitas famílias que tinham pessoas a trabalhar nestas fábricas ficaram sem emprego e a viver com muita dificuldade.

           Autores: Duarte Oliveira, Rafael Ferreira e Tiago Lopes

Tal como o prometido, aqui estamos de novo…

Desta vez, para dar a conhecer algumas tradições da época.

A tradição diz que, no Natal, o Menino Jesus traz presentes aos meninos que se portaram bem, mas cada vez mais o Pai Natal tem vindo a ganhar esse lugar.  Isto tem acontecido sobretudo pela força do comércio, que até parece fazer esquecer o que se celebra no Natal: o nascimento de Jesus e a festa da família.

Dia de Reis celebra-se a 6 de janeiro. Assinala a data em que os três Reis Magos (Gaspar, Belchior – ou Melchior – e Baltazar) foram visitar a dar oferendas ao Menino Jesus. Em alguns países, especialmente nos países hispânicos, é tradição apenas dar os presentes neste dia.
Em Portugal, nesta altura, cantam-se as janeiras e come-se bolo-rei. Reza a lenda que os Reis Magos traziam ouro em representação da realeza de Jesus, mirra simbolizando o sofrimento e incenso simbolizando a fé. O próprio bolo –rei tem a sua simbologia: o tom dourado da sua côdea representa o ouro, o seu aroma o incenso e as frutas a mirra.